Prefeito Joaquim Neto sanciona lei para reajuste de 33,24% nos salários dos professores

O prefeito Joaquim Neto sancionou a Lei Municipal nº 2.606/2022, que concede o reajuste de 33,24 % no piso salarial dos professores e coordenadores pedagógicos da rede de ensino do município. O aumento segue o novo piso nacional da categoria, definido pelo Governo Federal, e leva em consideração o valor, por aluno, pela variação da inflação nos últimos dois anos, conforme prevê a Lei do Magistério. O reajuste vai elevar o piso salarial dos profissionais de R$ 2.891,62 para R$ 3.852,79, e de acordo com o prefeito Joaquim Neto, a medida – que já será aplicada à folha de fevereiro -, é resultado de um grande esforço administrativo. “O que demonstra que a Educação é prioridade na gestão, que vê a valorização do profissional como um fator essencial para a melhoria da qualidade do ensino”, afirmou o prefeito. Em Alagoinhas, o novo piso causará um impacto de R$ 15. 595.000,00 nas contas públicas, o que deve consumir mais que o total do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissional – Fundeb – de onde vem a maior parte dos recursos destinados para a pasta-, gerando a necessidade de complementação dos investimentos na Educação com recursos próprios da Prefeitura . “ Um reajuste de mais de 33% gera um impacto expressivo em qualquer administração pública, mas mesmo com todos esses desafios, não mediremos esforços para fazer cumprir o que é de direito desses profissionais. É claro que nesse novo cenário, será necessário rediscutir as metas previstas para a Educação Básica, no município, e as nossas equipes já estão realizando os estudos necessários para essa readequação”, enfatizou o secretário municipal da Educação, Gustavo Carmo.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem