Arezzo e Co assumirá linhas de produção da Malu Calçados, dobrando o número de empregos diretos em Alagoinhas

 

Foto: Roberto Fonseca

Em reunião realizada na sede da Malu Calçados, a nova diretoria da empresa anunciou que, até 2023, irá dobrar a produção de sapatos e o número de vagas de emprego em Alagoinhas. A notícia, que reflete o crescimento econômico do município, é resultado de um Outsourcing com a  Arezzo e Co, corporação de capital aberto que movimenta 3 bilhões e meio de faturamento por ano.

A gestão municipal foi representada pelo vice-prefeito Roberto Torres, secretário de Serviços Públicos, e pelo secretário de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente Bruno Fagundes. O vereador Juracy Nascimento também se fez presente no encontro, onde foram esmiuçados os detalhes da operação.

Foto: Roberto Fonseca

Conforme explicou Cisso Klaus, diretor industrial da Arezzo e Co, em 5 de janeiro, a empresa irá assumir 3 linhas de produção da Malu, e, em março, mais duas linhas. “A Malu vendia para a Arezzo e, agora, a Arezzo irá assumir as operações. Depois disso, a cada 4 meses, iremos aumentar uma linha de produção, pois nossa intenção é elevar o nosso percentual de fabricação própria. Viemos para somar e oferecer mais emprego”.

A  Arezzo é líder no setor de calçados, bolsas e acessórios no Brasil, responsável por marcas famosas como a  Vans, Reserva e Shutz. Referência no varejo, começou a funcionar em 1972, em uma garagem A parceria irá garantir o abastecimento de produtos para suportar o crescimento da corporação, que compra 18 milhões de pares de sapato por ano e produz 1 milhão e meio.

Foto: Roberto Fonseca

“A qualidade dos funcionários, a localização da empresa e o apoio da Prefeitura, tudo isso contribuiu para que a Arezzo fizesse esse investimento, com a nova direção. A previsão é dobrar o número de empregos, em Alagoinhas, e isso é muito bom, sobretudo com toda essa crise que o Brasil atravessa”, comentou o vice-prefeito Roberto Torres.

Para o secretário Bruno Fagundes, “um grupo do porte da Arezzo assumir essas linhas de produção, no município, reforça a importância de Alagoinhas na região como um pólo industrial e mostra também a solidez e a eficiência da política econômica do governo Joaquim Neto”. Já o vereador Juracy ressaltou a ampliação nas vagas de emprego “para quem mora na periferia, algo que muito nos alegra, pois o trabalho dá dignidade ao povo”.

Foto: Roberto Fonseca

Atualmente, a Malu Calçados emprega 672 pessoas, a maioria residente no Barreiro. “Socialmente é fantástico esse crescimento, principalmente para Alagoinhas. Iremos aumentar a produção de 6 mil pares de sapato para 12 mil. Isso é importante para as pessoas do município, que trabalham na empresa, e, especialmente, para quem vai conseguir o seu primeiro emprego”, declarou Diovani Rosale, gerente industrial do grupo Minuano, que detém a fábrica Malu Calçados.

Foto: Roberto Fonseca


CONVERSATION

0 Post a Comment:

Postar um comentário