F1: Sainz comemora pódio no Bahrein, mas sabe que tem trabalho a fazer

Carlos Sainz disse que tem muito o que fazer, mesmo ao comemorar uma impressionante dobradinha atrás do companheiro de equipe da Ferrari, Charles Leclerc, na abertura da temporada de Fórmula 1 no Grande Prêmio do Bahrein. O espanhol, que está perto de assinar uma prorrogação de contrato com a equipe italiana, foi seu crítico mais severo depois do que ele disse ter sido sua corrida mais difícil com o macacão vermelho da Ferrari. "Para mim foi um fim de semana muito complicado, não vou mentir. Não tive ritmo hoje. Mas consegui segurar e trazer a dobradinha para o time", disse ele na noite de domingo (20), após a primeira vitória da Ferrari desde 2019. "Tenho alguns trabalhos de casa para fazer nos próximos dias e tenho a certeza que voltarei mais forte." Sainz se classificou em terceiro, com Leclerc na pole, e garantiu o segundo lugar quando o campeão mundial da Red Bull, Max Verstappen, teve problemas com o carro. O espanhol, no entanto, se mostrou preocupado com seu verdadeiro ritmo. "No TL1, TL2 e TL3 (treinos livres) eu estava muito atrás, o mais longe que já estive na Ferrari e é por isso que, mesmo com uma dobradinha que marcamos, não estou totalmente feliz com o fim de semana", disse ele a repórteres. "Como piloto da Ferrari, foi o meu fim de semana mais difícil e isso só mostra que preciso abaixar a cabeça, entender este carro, entender onde Charles está fazendo a diferença com sua pilotagem."

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem