Repórter Miranda de Lima foi demitido no dia do “repórter”

O dia 16 de fevereiro é o dia do repórter, aquele profissional de imprensa que vai aonde a notícia estar, passando assim a situação real do fato. Em muitas das vezes o repórter é mal interpretado e acaba passando por apuros, o que não falta em relatos policiais são agressões a esses radialistas em plena rua, no exercício do seu trabalho, em fim labor duro de encarar.
2 Atuando na comunicação desde o ano de 1990, o Colega Altamirando de Lima mais conhecido como Miranda de Lima, tem uma carreira brilhante em nossa cidade, passando por diversas emissoras mostrando assim a sua capacidade profissional, levando a notícia de maneira correta, agradando toda sua legião de ouvintes.
Miranda antes de ser repórter era apresentador de quadrilha junina o que lhe projetou no mundo radiofônico. Miranda já apresentou comícios, já trabalhou muito tempo nas ruas cobrindo diversos eventos, também atuou na reportagem policial, é também um exímio repórter de pista com centenas de atuações nos gramados, estádios a fora.
Ultimamente estava na 93 FM, mas o seu agora Ex patrão Claudio Pena mais conhecido como Cacau, resolveu tirá-lo do ar, alegando falta de condições para arcar com a folha de pagamento. É importante lembrar que o colega Miranda de Lima teve também passagem marcante no programa “Pauta Livre” que é sem sombra de dúvida, a maior audiência do rádio no interior da Bahia. Miranda de Lima também é pastor onde junto coma esposa a missionária Rosangela fazem um belíssimo trabalho de evangelização. Desejamos ao colega Miranda de Lima um pronto restabelecimento aos microfones, e que ele continue sendo esse profissional brilhante inspirador de novas gerações a este serviço tão importante para toda sociedade.
Fonte  Aragão Noticias

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem