Alagoinhas comemora um ano de vacinação: ‘vitória para a saúde’

 





A vacinação contra a Covid-19 completou nesta quarta-feira (19) um ano. Desde que a enfermeira Cássia Carneiro da Silva, que tinha 50 anos de idade na data, atuando há 22 anos no município como vacinadora, recebeu a primeira dose aplicada no município, o cenário da pandemia mudou: houve redução na quantidade de casos graves e mortes provocadas pela doença.


Desde o início da pandemia, 16.495 testaram positivo para a doença. Por outro lado, um levantamento da Secretaria Municipal de Saúde, mostra que 115.553 pessoas tomaram as duas doses da vacina (78%, aproximadamente). Dessas, 23.758 também estão imunizadas com o reforço ou a dose adicional.


A vacinação começou pelos trabalhadores que atuam na linha de frente contra a pandemia e foi expandida, conforme a chegada das doses de imunizantes. Na etapa atual, são atendidos todos que têm mais de 12 anos, crianças entre 5 e 10 anos com deficiência ou comorbidades e crianças com 11 anos completos. Hoje o município de Alagoinhas possui  25.791 moradores que testaram negativo para COVID-19 e 15.999 pessoas tiveram a recuperação constatada, após infecção pelo coronavírus.


O prefeito de Alagoinhas, Joaquim Neto, afirma que o alagoinhense aderiu prontamente à vacina, confiando no avanço tecnológico da Ciência, que permitiu desenvolver, em menos de um ano, imunizantes seguros contra o vírus que se espalhou pelo mundo a partir de 2020.


“Vacinas salvam vidas. A humanidade conhece as vacinas desde sempre e testemunhou muitas vidas salvas por esse presente da Ciência. Estamos vendo, mais uma vez, os resultados positivos que a imunização traz e o alagoinhense está sendo exemplar ao receber essas doses de esperança. Essa é mais uma vitória para a saúde”, destaca o prefeito.


Já a secretária de Saúde, Laína Passos, conta como a vacina trouxe esperança de retorno à vida dos moradores do município. “Há um ano a Prefeitura de Alagoinhas recebeu as primeiras doses da vacina contra a Covid-19. No mesmo dia, foi iniciada a vacinação de profissionais de saúde que estavam trabalhando na linha de frente do enfrentamento à doença. Além da proteção, os imunizantes trouxeram a esperança de retorno à vida de antes da pandemia. Hoje já estamos vacinando crianças de 05 a 11 anos. Isso é o reflexo do trabalho e esforço de muitas pessoas que abdicaram das suas vidas para cuidar da vida de todos. Eu sou só gratidão”, comenta a gestora.


Para a diretora da Vigilância em Saúde, Telma Pio, essa data é motivo de muita felicidade e que a trajetória foi positiva. “Quando a gente iniciou a vacinação pegamos a situação da pandemia bastante agravada em Alagoinhas. Então esse início foi trabalhoso, porém foi gratificante. Por ser uma defensora da vacina, avalio esse ano como muito positivo porque a gente diminuiu a mortalidade, houve uma queda de casos e pessoas adoecendo menos.


Momentos importantes, ações itinerantes, mutirões de vacinação, além da tradicional imunização no Estádio Carneirão, se tornaram parte da rotina do município. A diretora conta que um dos momentos mais marcantes durante esse ano foi o chamado Vacinaço.


“Passamos aqui 32 horas vacinando ininterruptamente. Agradeço a equipe que vestiu a camisa, a partir do momento que eu e a Eliana convidamos e fomos pro embate contra esse vírus. A gente tinha poucos trabalhadores e deveríamos fazer 24 horas de vacinação, mas quando recebemos um grande lote de vacina, a gente desceu a idade, e os profissionais ficaram. Isso aí emocionou a todos”,  conta.


Eliana Teles, diretora da Atenção Básica, afirma que é com grande alegria a chegada dos 365 dias de vacinação na cidade. “Passa um filme na nossa cabeça. Desde quando chegou a notícia do imunizante e como nós fomos referência para aquele momento desde as ações de testagens, estratégias, treinamentos. Nós levamos, com todo o empenho, a dose de esperança para todos. Hoje estamos aqui fazendo um ano do início vacinando com a vacinação das nossas crianças e isso mostra o quanto a gente sempre teve certo”, reflete.


O município ainda pretende seguir com a imunização até alcançar 100% da população, abrangendo para os públicos de crianças entre 05 e 10 anos, pretendendo assim garantir a segurança de todos e a volta à vida normal.


Confira mais imagens:




 


Fotos: Roberto Fonseca / SECOM


 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem